domingo, 26 de janeiro de 2014

Poemas na Rede

Nesta página colocarei gravações de poesias.  São exercícios breves, em que não me detenho muito em "trabalhar" o texto, mais no intuito de espalhar um pouco de poesia na rede do que de fazer obra de arte (da arte de falar).  Espero que à medida que for gravando os textos a qualidade técnica vá melhorando.  Sempre disse muita poesia e prosa.  Mas sempre ao vivo.  E como sou ator, boa parte da interpretação está em toda a configuração corporal, e não apenas na voz.  É preciso incluir na fala elementos expressivos que se encontram no gesto, no olhar, no contato presencial que a gravação sonora elimina.  Ao mesmo tempo, não quero carregar a interpretação; pelo contrário, busco que fique na memória do ouvinte o poema, não o ator - nem mesmo o autor, mas o poema.


    Cecília Meireles - Neste longo exercício de alma

    Cecília Meireles - E assim passamos a tarde

    Mário Quintana - Canção do Amor imprevisto

    Mário Quintana - Recordo ainda...

    Fernando Pessoa - Poema em Linha Reta

Nenhum comentário: